Marina textil Marina textil

Tecidos resistentes ao fogo de proteção

Tecidos resistentes ao fogo permanentes (EN 11612), concebidos para proteger de riscos resultantes de altas temperaturas, salpicos de materiais em fusão (EN 9185), altas radiações de calor, chamas (EN 15025 ou ASTM D6413), arco elétrico (EN 61482 ASTM F1959) ou operações de soldadura (EN11611) ou oxicorte.

molten metal splashes fabricsTecidos resistentes ao fogo (EN ISO 11612) que também têm bons valores de proteção conforme o regulamento europeu EN 9185, proteção contra salpicos de metal em fusão.
marlan


Tecido resistente ao fogo técnico de proteção a grandes salpicos de alumínio (750º C) e criolita (1100º C).

Marlan VModificação do Marlan para poder satisfazer o regulamento americano ASTM D6413 de inflamabilidade vertical, exigida em muitas fundições.
Marlan PlusNova evolução de Marlan original, para obter melhores valores de proteção com gramaturas mais leves.
Marko steelEvolução do tecido Marko, concebido para proteger de grandes salpicos de aço e ferro fundido (1000 - 1200º C).

 

Tecidos resistentes ao fogo (EN ISO 11612) com bons valores de proteção contra o arco elétrico, conforme o regulamento europeu (EN 61482-1-2) e regulamento americano (ASTM F1959).

marko
Tecido resistente ao fogo com valores ATPV segundo ASTM F1959. Também disponível em tecido de malha.
PlusmarkTecido resistente ao fogo com valores de proteção conforme regulamento europeu EN ISO 64182-1-2. Disponível em gramaturas leves para camisas.



Tecidos resistentes ao fogo (EN ISO 11612) multinorma. Um mesmo tecido pode ser impermeável (EN 343), de alta visibilidade (EN 471), para soldadores (EN 11611) e antiestático (EN 1149).
markoTecido resistente ao fogo permanente multinorma, que oferece conforto, durabilidade e versatilidade, utilizado em operações de manutenção.
PlusmarkTecido resistente ao fogo permanente multinorma, com resistência à abrasão e ao pilling. Concebido para circuitos de lavanderias industriais (EN 6330).
Marko weldingEvolução do Marko com excelentes resultados nas provas de soldadura (EN 11611) e a impactos resultantes de operações de corte.